• Instagram
  • RSS
Tagged with " nutrição"

Disbiose intestinal

maio 12, 2014   //   by Dra. Letícia   //   Nutrição Funcional  //  1 Comment

A dieta adequada visa suprir a proporção de macro e micronutrientes necessários de acordo com cada indivíduo e seu meio ambiente: o equilíbrio entre a qualidade e a quantidade de nutrientes ingeridos é fundamental para a sua boa utilização.

A nutrição funcional tem como objetivo principal avaliar a interação do organismo
com o alimento e o processo de nutrição.

Para tanto, deve-se considerar a integridade fisiológica e funcional do trato gastrointestinal. Um intestino em bom funcionamento serve como um canal entre os nutrientes e a circulação sanguínea e também atua como uma barreira contra exo e endotoxinas. A integridade da parede intestinal pode ser influenciada pelas bactérias do próprio intestino e pela saúde da sua mucosa – e ambos são influenciados pela alimentação.

A disbiose é um desequilíbrio da microbiota intestinal, que produz prejuízos ao corpo como um todo. Nestes casos, a flora bacteriana nociva, inflamatória, cresce mais, deixando o intestino permeável às toxinas. A melhora da qualidade das funções do intestino é imprescindível em casos de disbiose e, para tanto, podemos utilizar alimentos ricos em substâncias probióticas e prébioticas.

Iogurte

Os probióticos são alimentos ou suplementos à base de micro-organismos vivos,  que promovem melhora da flora intestinal conferindo saúde ao indivíduo. São exemplos deste tipo de alimento, entre outros, os iogurtes, os leites fermentados e o kefir.

Os prebióticos são componentes alimentares ou fibras não digeríveis que melhoram o intestino por alimentarem as suas bactérias benéficas. Eles devem ser de origem vegetal e não ser degradados por enzimas digestivas. Os principais prebióticos são os amidos resistentes (FOS, inulina, oligofrutose), um tipo de amido que não pode ser digerido e por isso alimenta a nossa flora intestinal.

Manter a ordem em vez de corrigir a desordem é o princípio básico da sabedoria. Curar a doença depois que ela aparece é como cavar um poço quando se tem sede ou forjar armas com a guerra iniciada.

Nei Jing, século II a.C.

Antienvelhecimento e nutrição funcional

mar 7, 2014   //   by Dra. Letícia   //   Nutrição Funcional  //  No Comments

Nutrição é um processo biológico em que os organismos animais e vegetais, utilizando-se de alimentos, assimilam nutrientes para a realização de suas funções vitais. Em relação à saúde, a nutrição é o estudo das relações entre os alimentos ingeridos e as doenças ou bem estar do homem.  O princípio da boa nutrição depende de uma dieta regular e equilibrada e de uma variedade de nutrientes para o bom funcionamento do organismo.

Nutrição Funcional

O envelhecimento é um processo natural e em geral é caracterizado pela diminuição da capacidade funcional de nossos órgãos e sistemas, o que provoca a queda das respostas aos desafios que devem ser enfrentados pelo nosso corpo. Esta perda de capacidade é lenta e progressiva, mas os maus hábitos de vida (sedentarismo, má alimentação, tabagismo, alcoolismo, obesidade, etc) e as doenças crônicas aceleram o processo de envelhecimento e degeneração.

A prática da nutrição funcional e antienvelhecimento visa retardar o curso da degeneração do organismo através da alimentação correta, orientada para cada necessidade que se apresente ao longo da vida, bem como da prática de atividades físicas, do gerenciamento do stress, da modulação hormonal e o que mais for necessário para o funcionamento otimizado do organismo de cada pessoa.

Hoje já sabemos que grande parte das doenças que são atribuídas ao envelhecimento são evitáveis através da prática preventiva. Então utilizemos o ensinamento de Hipócrates:

Que seu alimento seja seu remédio.